quinta-feira, novembro 11, 2010

Legalização da maconha.


    Então, vamos falar a respeito da Cannabis sativa, popularmente chamada de maconha, mais especificamente sobre a descriminalização da mesma.
    No Brasil, o consumo não é crime, porém, o tráfico sim, e por isso, de alguns anos para cá vem crescendo o clamor popular de usuários ou não da erva, para que esta seja legalizada, podendo ser comercializada livremente para seu consumo, como ocorre em alguns países , tendo como maior exemplo, a Holanda.
Dentre vários argumentos apresentados nos projetos de lei pelos que são a favor de tal liberação, está o fato de que isso faria com que o tráfico acabasse, obviamente, acho totalmente hipócrita e infundada essa afirmação, tendo em vista ser o tráfico de drogas não somente abastecido pela venda da maconha, mas sim por diversas outras drogas, tais como, Crack, Ecstasy, LSD, etc.
                                     
     É sabido por todos, que substâncias retiradas da planta, são utilizadas para auxiliar no tratamento de doenças, sendo esta utilização realizada por especialistas de maneira controlada.
     Vários usuários afirmam que o consumo da maconha em nada influencia no seu modo de viver ou comportar-se, todavia, não é isso que vemos diariamente nos noticiários. Há um tempo discutia sobre o tema com uma pessoa, e ela dizia exatamente isso, inclusive, que não levava ao vício, daí  o questionei com a seguinte pergunta: Já que não leva ao vício, como você me explica o fato de vários jovens atolados na droga, assaltando pedestres, motoristas, para poderem obter  dinheiro e com isso, comprarem seus entorpecentes, e mais, como se sentiria se um usuário em um momento de abstinência o assaltasse para poder ir comprar a maconha? Sabe o que me respondeu? Que ficaria indignado e torceria para o tal "dependente" ser preso, ou ate mesmo morto, pois esta não era a atitude correta a ser feita, uma vez que deveria conseguir o dinheiro para a compra da Cannabis sativa por meio de seu trabalho, assim como faz um consumidor de cigarros.


     Isso só me leva a pensar uma coisa, na porcaria da Hipocrisia que tanto falo. Não há  argumento plausível para afirmar que o vício, dependência, consumo, como queriam chamar, seja controlável, afinal, é uma substância química, a qual vai gerar efeitos diferentes em cada indivíduo. Tenho uma opínião muito bem formada em relação a legalização da maconha, sou totalmente contra qualquer forma de liberação da mesma, a não ser, é claro, para tratamentos de doenças, vejo como uma questão de saúde pública que devia ser muito bem acompanhada. Talvez, se tivéssemos uma cultura completamente oposta a que temos hoje em dia, uma saúde pública estável  e competente, pudéssemos começar a pensar no assunto, apesar de que ainda sim, seria absolutamente contra. Não é possível imaginar num país onde nem a venda de remédios  é controlada, essa possibilidade de projeto vir a se concretizar. Já ia me esquecendo, uma das coisas que mais me transtorna quando se fala nisso, é ver o ex Ministro do Meio Ambiente, por quem não simpatizo, ser um dos apoiadores desses projetos.



33 comentários:

  1. Amigo, eu sou contra qualquér coisa que vicia o homem e o faz dependente. Pode ser cigarro comum, maconha, cachaça e muitas outras coisas.
    Mas a gente tem que arrumar um jeito de acabar com o trafico e se legalizar for o caminho...

    ResponderExcluir
  2. Eu sou contra porque penso no futuro de um país já sem muita perspectiva.
    Uma criança filha de um usuário e uma usuária de maconha nasce com suas capacidades cognitivas limitadas e simplesmente não se pode fazer nada sobre isso.
    Tem um vídeo legal no yt com a opinião de um cara que é contra, se puder, assista: http://www.youtube.com/watch?v=LZx2pBztCBI

    Você escreve bem, e o formato do seu blog é legal. :)

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Nao adianta legalizar a maconha se as outras drogas serao traficadas ainda. Isso amenizaria o problema, mas apenas uma pequena parte.

    Eu sou a favor da legalização, pelo menos teriamos maior controle. Mas nao resolveria o problema.

    Enfim,

    Bom post pra discussões!

    Abss

    http://www.estilodistinto.com/

    ResponderExcluir
  5. É Jim, em relação a esse controle eu até concordaria se acreditasse no controle dessas substâncias pelo poder público, mas sinceramente não consigo ainda enxergar essa possiblidade aqui no Brasil. Gostaria de deixar bem claro que não quero através desse post fazer nenhum juízo de vaor, e sim expor minha opinião e como o Jim disse, abrir as discussões sobre o tema.

    ResponderExcluir
  6. é um assunto complicado e que merece estudo antes de se tornar opinião vaga, por certo.
    Eu vejo que de um lado haveriam certas vantagens na liberação do uso; De outro, vejo um país desestruturado que, não creio, esteja preparado para a dita legalização...
    De qualquer sorte, é algo para ser discutido e analisado com frieza...
    Bem interessante seu post!

    ;D

    ResponderExcluir
  7. Não acho que a liberação ou proibição vá exercer qualquer tipo de influência positiva ou negativa. QUem fuma, o faz sendo proibido ou não, e o fará , sendo liberado ou não. Evidentemente que alguns crimes são motivados pelo consumo de drogas e seus efeitos em cada um, mas o álcool, da mesma forma, também faz com que pessoas assassinem, com que pessoas matem ou morram dirigindo seus carros alcoolizados, então não acho que a questão do efeito que a maconha possa causar em alguém possa ser definido como motivo para a liberação ou não da mesma. Minha opinião quanto ao assunto é: sou indiferente. Liberando ou não, continuarão usando. Talvez a liberação diminua os lucros dos traficantes, embora o que de fato dá dinheiro pra eles seja outro produto!

    Abração e parabéns pela proposta de discutir um tema tão polêmico.

    http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. é a esposa do casillas, goleiro da espanha. Eva Gonzalez!

    Poe as fotos dela no google q dai sim tu vai ver oq é delicia :P hahaha

    Abss

    ResponderExcluir
  9. Taí um assunto extremamente polêmico.
    Solução? Sinceramente acho não tem. Liberar? Também não sei se resolve.
    Uma coisa é certa: o mal que causa a maconha é o mesmo do álcool, que é totalmente liberado.
    Esse papo que um copinho de cerveja é bom, que dá um "tapa" num baseado é relaxante, é conversa de viciado. Tem várias coisas saudáveis para relaxar e descontrair: uma boa música, um bom filme, uma boa conversa.
    Enfim, o nome já diz tudo: Droga. É uma droga.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  10. Acho que teria que acabar com todos os vícios como cerveja e cigarro e tem que aperta o circulo como esta fazendo com o cigarro! só assim vai para com isso... e o governo tem que fazer isso com a cerveja só não fez agora porque não vai agradar a maioria da população mais ser ele ir de pouquinho a pouquinho poder acabar com tudo....

    ResponderExcluir
  11. Bom, nunca cheguei perto de uma maconha na vida, mas acho que libera-la dimuiria um pouco esse preconceito com os usuários. Claro que há gente que usa e é "do mal" mas tenho professores e conheço outros doutores sem ser do setor acadêmico que usam de boa e tal. Tenho amigos chulezentos que usam e nem por isso perdem a moral. E olhando pelo ponto de vista econômico fico louca pra saber qual seria o valor do imposto sobre esse produto, rs.

    ResponderExcluir
  12. Não tenho uma opinião formada a respeito desse assundo!!! Tem os prós e os contras, tem que se analisar bem isso!!!!

    ResponderExcluir
  13. jovem, como farmacêutico & bioquímico de formação sei que a cannabis é uma droga muito mais "branda" do que o etanol que é lícito.

    mas o brasileiro não tem cultura suficiente nem para beber, quem dirá para usar outras drogas. sou favorável até mesmo a uma taxação maior sobre o alcool assim como leis mais pesadas para quem cometer delitos após o uso desse.

    visite-nos e comente tmbm

    gostando siga q t seguiremos

    http://mikaelmoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. sou totalmente contra qualquer forma de liberação da mesma, a não ser, é claro, para tratamentos de doenças [2]
    Também não gosto de uso de drogas e tudo mais, ainda mais quando levam ao que você falou: assaltos, mortes... tudo isso para conseguir dinheiro e comprar a maldita droga, realmente odeio isso... e tenho muito medo. Portanto, não sou a favor, a não ser no caso de doenças mesmo, hehe... adorei a postagem ^^
    Não sou a melhor pessoa para falar sobre essas coisas, mas me considero contra, odeio qualquer tipo de drogas x_x'

    ResponderExcluir
  15. Legaliza logo... se o barato já rola por aí sendo proibido..ql o problema de legalizar?

    Pode ter ctz q se legalizar... o consumo vai ate diminuir e o trafico principalmente.
    O q atrai é o proibido... legaliza pra ver!!!

    ResponderExcluir
  16. Pois é Samir. Está aí uma coisa para se pensar. O seu post é muito bom e muito bem pensado. Eu estou meio farta de ler apologias por aí, escritas por pessoas que só tem THC na cabeça.

    No caso de tratamento de doenças, é sabido que fumar não é tratamento para doença nenhuma. O que é utilizado como remédio é o principio ativo, como os maconheiros normalmente se esquecem disso e acabam usando como argumento.

    Adorei seu post, achei muito bem escrito e muito bom de ler. Voltarei aqui sempre para saber sua opinião sobre as coisas.
    XD

    ResponderExcluir
  17. Eu axo isso um absurdo! pq se legaliza, o tráfico rola....
    ótimo blog :*
    http://oicarolina.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  18. Sou contra a legalização, acho que apenas criaria uma geração inteira de dependentes quimicos e já basta cigarros e bebidas, paa que mais ? Combate ao tráfico e ajuda aos dependentes seria a solução !!!

    ResponderExcluir
  19. Nunca parei para analisar essa questão a fundo, porém acho que qualquer forma de julgamento sem um conhecimento a fundo seria preconceituoso.
    Houve uma época da história em que a maconha era usada por índios como remédio, e até mesmo como cigarros. Hoje em meio a toda polêmica gerada em torno do assunto eu faço o seguinte questionamento: Será que a maconha só não é legalizada porque não teria como o os governos cobrarem uma taxa de impostos em cima da comercialização? Eu não sou contra a legalização da maconha partindo do ponto de vista de que o cigarro é muito mais maléfico a saúde publica do que a própria maconha.
    Espero sinceramente que o assunto não seja banalizado nem pela máquina muito menos por nós cidadãos...
    Boa abordagem.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  20. Sou contra por ser, antes de tudo, um problema p/ o Estado. Envolve saúde pública, violência, tráfico, o ingresso no mundo de outras drogas...
    Sou contra e que me chamem de hipócrita e conservadora por isso, eu não estou nem aí.
    os problemas causados pelo tráfico NÃO acabarão com a legalização. Legalização levará a uma banalização ainda maior... é o que penso.

    ResponderExcluir
  21. Belo tema, cara. Outro dia estava eu conversando com minha professora de redação pra saber se não haveria uma possibilidade desse tema cair no vestibular da UFBA, no qual vou fazer amanhã.

    É um bom tema pra se abordar! E eu confesso que não tenho uma opinião formada, assim como as cotas na universidade, mas de começo sempre temos um princípio, e eu tô contigo. Não acho que deve ser liberado. Acho que a liberação não ameniza nenhum problema, muito pelo contrário, deve piorar ainda mais. É assim que eu enxergo.

    Na Holanda deu certo porque o nível da educação também é diferente. Sou brasileiro com orgulho, mas não sou hipócrita ao ponto de dizer que o povo é educado. Sabem criticar, mas não olham pro próprio rabo.

    Valeu cara, cada vez melhor!

    ResponderExcluir
  22. Sou a favor DESDE que haja informação disponivel e acessivel para toda a população. A violencia não vai acabar, já que os criminosos migraram para as outras areas ilicitas e rentaveis. Porém, é necessário que exista toda um preparo do serviço público para isso, mas o problema é que boa parte disso, esta vinculada a atividades criminosas(vide milicianos)

    Eu vi um filme muito interessante sobre a discussão da maconha, faz analogia numa sala de aula a cerca da hipocrisia que existe sobre a discussão desse tema por toda sociedade.

    www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Sou contra a legalização da maconha.

    :)

    ResponderExcluir
  24. Samir,

    Agora sim, me julgo mais preparada para postara aqui.
    A maconha não é apenas a erva que milhões pessoas costumam fumar em todo o planeta. Já esteve a serviço de místicos, cientistas e fabricantes de tecidos. Banida em meados do século XX, a cannabis sativa voltou ao centro das atenções nos últimos anos, quando houve a intensificação da discussão a respeito da influência da sua proibição sobre os índices de violência e a possibilidade de descriminalização.
    Para julgarmos melhor sobre essa erva (digo somente da maconha), precisamos conhecer a história. Assim, saberemos melhor opinar.

    Espero que tenha gostado.

    Agora, se der, passe lá no meu blog e divida sua opinião comigo, em minha postagem atual.

    Bj
    Senti sua falta no twitter.

    NINA

    ResponderExcluir
  25. uahauhauahu...
    Gostei muuuuuuito de sua opinião no blog.

    Aturar ou não sair de casa. Essa foi ótima!

    Bj

    ResponderExcluir
  26. Nina, Nina, Obrigado pelo comentário! É bom ouvir a opinião de quem estudou sobre o assunto. E em relação ao comentário no seu Blog, a verdade é essa. Rrsrs

    Beijo!

    ResponderExcluir
  27. Se pedissem meu voto, eu votaria contra. Mas caso fosse legalizada, por mim tudo bem. Veja o alcool, ele destroi familias, alcoolatras tbm chegam a matar, roubar e se assidentarem para obter o alcool, ou por estar alcoolizado. A proibição é uma hipocrisia, mas talvez ela seja para o bem.

    ResponderExcluir
  28. concordo plenamente contigo. e outro ponto importante é q, se legalizada, a maconha do tráfico continuará a vender bem, até pq é uma maconha q ñ paga impostos, portanto, mais barata do q a que a drogaria iria vender, por exemplo.

    ResponderExcluir
  29. Deixem legalizar. não dizem que o proibido é mais gostoso ? então, quer ver como param de consumir ¬¬

    ResponderExcluir
  30. acho que seria legal a legalização. porque tipo... diminuiria o uso. pois o governo cobraria imposto, então, logicamente, a maconha ficaria mas cara, e menos pessoas comprariam .

    ResponderExcluir
  31. Seus argumentos não são tão válidos assim, já que estudos comprovam que a maconha é menos viciante do que o cigarro e o álcool; É muito difícil você ver crimes cometidos para comprar maconha, não que seja impossível, mas quando os crimes são cometidos para sustentar vício, na maior parte é pra drogas mais pesadas; Sobre os efeitos nocivos a saúde, a maconha é muito mais leve do que o cigarro e o álcool, drogas liberadas por lei.
    A maconha pela história só foi proibida por gerar um grande prejuízo as industrias de nylon e etc, na confecção de cordas e roupas, assim a midia começou a manipular o povo como sempre faz a favor das industrias textis para a proibição da maconha, ao meu ver a se o cigarro e álcool são liberados a maconha poderia muito bem também ser.

    ResponderExcluir