domingo, novembro 28, 2010

Libertando o Rio de Janeiro.




Delegado Ronaldo Oliveira,à esquerda (Departamento Geral de Polícia da Capital - DGPC) - Fonte G1




Fonte:  G1.
   Após vários dias de ataques e confrontos entre as Forças de Segurança e os marginais, já se pode dizer que a vitória, ao menos, parcial, foi conquistada pelo Estado. A onda de ataques no Rio de Janeiro começou no Domingo, dia 21 de Novembro, quando criminosos armados com fuzis abordaram veículos na Linha Vermelha, uma das vias expressas mais movimentadas da Cidade, dando continuidade aos atos terroristas nos dias posteriores. 
Delegado Rodrigo Oliveira (subchefe da Polícia Civil)
        
   O Governo do Rio, entendendo a gravidade da situação e em virtude do competente trabalho realizado pela Secretaria de Inteligência da Polícia Civil, apurando com antecedência as informações dos ataques, convocou o apoio das Forças armadas para fazer um trabalho de logística, que de imediato, dispuseram-se a ajudar, bem como as policias Federal e Rodoviária Federal. Com isso, de acordo com um planejamento previamente estipulado, efetuaram uma operação na Vila Cruzeiro com um fator surpresa, vindo a pegar os traficantes desprevenidos, com a entrada de tanques da Marinha, não dando tempo nem oportunidade de se “organizarem” para um combate direto, vindo às Forças de Segurança dominarem em algumas horas, um território que antes era dominado pelo tráfico há muitos anos.
Fonte: G1.
                                      
   Após o êxito dessa ocupação, os marginais, sem reação, evadiram-se do local deslocando-se para o Complexo do Alemão através do Morro que separa as duas comunidades. Feito isso, a população não só da Vila Cruzeiro, mas também, do Rio de Janeiro como um todo, viu pela primeira vez uma megaoperação efetiva de combate e ocupação em massa dos locais mencionados, e como reconhecimento pelo excelente trabalho dos agentes, aplaudiu e abraçou a causa junto ao Governo do Estado e as Forças de Segurança.
Drogas e armas apreendidas que chegaram à
Core (Foto: Lívia Torres/G1)



   Com o término da recuperação do território da Vila Cruzeiro, as operações foram dirigidas imediatamente ao morro do Complexo do Alemão com o objetivo de dominar a área, porém, por ser um local muito extenso com cerca de 400 mil habitantes e com um volume de bandidos de mais ou menos 600 “homens”, precisou-se ter muita tranqüilidade e inteligência para montar toda estratégia antes de dar início à operação.

Piscina da casa de traficante  foi  "Liberada" para as crianças após a ocupação. Fonte da foto: G1.

Feito isso, com todo o entorno do Complexo do Alemão cercado por policiais e integrantes das forças armadas, deu-se início através da ordem de rendição dada aos traficantes pelo Comande Geral da Polícia Militar, Mario Sérgio, a uma fase de espera para que os delinqüentes, que prefiro chamá-los de vagabundos, se entregassem à polícia sem que houvesse um confronto armado, mas como todos imaginavam, não foi aceito pelos meliantes, dando início a horas de apreensão e espera por uma operação de invasão, a qual veio ocorrer por volta das 8h da manhã de Domingo (28), com uma ocupação sem muita resistência e de rápida incursão dos agentes, dominando mais um território antes ocupado por bandidos de alta periculosidade. 
Zeu, um dos assassinos do jornalista Tim Lopes se mijou ao ser surpreendido pelos policiais. (Fonte da imagem: G1)

   Com o fim destas duas grandes invasões, o que está sendo feita é uma varredura por todos os locais, onde já foram apreendidas(números exemplificativos, mas baseados em fontes da imprensa)mais de 40 toneladas de entorpecentes, assim como grande quantidade de armas, fardamento, cerca  de 10 mil munições, material explosivo, mais de 200 motos recuperadas, carros, resumindo, um incomensurável baque no considerado Bunker dos traficantes do Estado.. O que tem de ser dito e reconhecido é o competente trabalho do Governador Sérgio Cabral, O Secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, e principalmente, a cada homem que estava envolvido de alguma forma com a meta a ser alcançada. Outra situação inusitada foi um quadro com a foto do cantor Justin Bieber, localizado dentro de uma mansão de um traficante do Morro do Alemão.
Painel do cantor Justin Bieber estava pintado em um dos quartos
da mansão do traficante. (Fonte da foto: G1)

   Algo nunca antes visto deve ser exaltado e tirado como exemplo para vários lugares, que foi a integração das policias Civil Militar, Federal e as Forças Armadas, formando assim, as Forças de Segurança, uma união jamais vista anteriormente, podendo ser observados policias das especializadas ( DCOD, DRF, DRFA, DRFC, DRE), junto à Federais, militares das forças armadas, Delgados, Coreneis , sem nenhum tipo de vaidade, junsto pelo Rio . A população do Rio de Janeiro agora passa a dar mais respeito e reconhecimento a esses homens que se desdobraram de todas as maneiras para propor a paz a todos nós nesses dias de combate, várias crianças e outros moradores enviaram cartas de agradecimento aos policias.
 

Caminhão lotado de maconha é tirado do Conjunto de Favelas do Alemão (Foto: Carolina Iskandarian/G1)


                                                             

   O que desejo nesse momento é que seja dado o devido valor aos policiais do Estado do Rio, propondo a eles condições de trabalho descentes, dando-lhes mais tranqüilidade e eficiência na hora de agir. Sei que há muito a ser feito daqui por diante e que isso foi apenas o começo de muita coisa que tem por vir, mas quero aqui, deixar meu sentimento de orgulho por ser carioca e morador da Cidade do Rio de Janeiro e por ter pessoas tão competentes na área de Segurança Pública, como o Secretário José Mariano Beltrame e os melhores Delegados de polícia do Brasil, tais como Marcus Vinícius, Rodrigo Oliveira, Ronaldo Oliveira, Allan Luxardo, Felipe Ettore, Rafael Willis, dentre vários outros. Conheçam alguns dos homens que comandam as operações no Rio:
 

30 comentários:

  1. Brasil pedi socorro !
    Rio cidade linda e mereci paz.

    ResponderExcluir
  2. Os bandidos tentaram tocar o terror na cidade do Rio de Janeiro, mas creio que com essa reação inesperada do estado de retomada das "fortalezas" dos chefes do tráfico de drogas no Brasil, deram um tiro no próprio pé. Esperamos que toda essa força seja, depois das operações policiais, revertidas em programas de ações sociais para que essa mudança seja terminantemente definitiva. Viva o Rio de Janeiro!

    www.catarseonline.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Li seu texto e talz, mais parei de ler no justin bieber, cara nãu deu pra imaginar um traficante malvado (cara de mal -> >.<' ) ouvindo Justin kkkk

    ResponderExcluir
  4. Nossa o caso no Rio ta sério hein, o que mais me supriendeu foi o quadro do Justin Bieber na massão dos traficantes

    ResponderExcluir
  5. a parte do quadro do Justin B. foi a pior parte kkk
    tem que acabar logo com isso, e foi tipo, "bom" isso acontecer agora, se num acontecesse agora, uma hora ia acontecer, e é melhor agora do que na época da copa / olimpiada

    ParadiseMP3

    ResponderExcluir
  6. O lance esta tenso no Rio!
    Creio eu que o Brasil Precisa ser mais rígido com essa traficantes, ladrões, assassinos,etc!
    Crime é crime! Já esta mais do que comprovado que só prender não dar jeito! Falta governantes de pulso firme nesse país!

    [Te seguindo!

    ResponderExcluir
  7. Essa situação eh froids , bom mas isso eh o brasil fazer oq, acho q sempre sera assim

    www.desenhodireito.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Samir, você descreveu com palavras precisas e opinião individual o que acontecerá nessa última semana, no Estado do Rio de Janeiro.

    Mais uma vez, parabéns pelo texto. Você redige com precisão.

    Ah! Essa do quadro de Justin Bieber do goleiro Bruno, ou seja, de matar. hahahahahaha

    Abraço de NINA

    ResponderExcluir
  9. Bandidão da pesada fã de Justin Bieber é foda! HAUSHUAHSUAHSUHAUSHAUSHAUSHAUS

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pelo trabalho em conjunto da polícia, do exército, da marinha e dos governantes. Era preciso estabelecer a ordem. A confusão e o conflito estava insuportável no Rio. Não pode parar e deixar passar o que aconteceu. Os que já foram presos e os que serão, que fiquem perpetuamente encarceirados.
    Abraço

    ResponderExcluir
  11. é só manter essas operações que tudo voltará ao normal, não dá para relaxar.

    http://umdiaentenderei.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. www.preguicaalheia.blogspot.com

    Parabéns pelo blog.. entra no meu e se gostar pode seguir!!

    ps.: estou te seguindo!

    Abraço,
    P.A.
    ______________________________________
    http://www.preguicaalheia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá Samir.
    Ótima postagem,parabéns.
    Demorou para acontecer mas aconteceu, o governo acordou.
    Seu post foi publicado na Teia
    Até mais.

    ResponderExcluir
  14. Como também morador do Rio e com a visão um pouco mais ampla e crítica, posso dizer que as UPP's ainda são uma grande utopia de que podemos viver em segurança no Rio.

    A ocupação simplesmente parece ser mais territorial pois as estatísticas mostram que o número de traficantes e armas apreendidas nestas comunidades é irrisória.
    Sendo assim, é natural que estes migrem para outras áreas e impeçam a polícia de continuar a ganhar seu território.

    O que muito questiono, é que Cabral e Beltrame assumidamente esperavam uma ação retaliadora e pagaram pra ver o terror acontecer. A ação conjunta foi instalada com um atraso mórbido, visto que as facções se uniram, e, ainda com resistência, a ajuda do exército foi aceita.

    Agora, se entrarmos em outro mérito, a mesma Marinha e o mesmo Exército que hoje estão ajudando na repressão poderiam ajudar se fizessem seu dever mais elementar: PROTEGER NOSSAS FRONTEIRAS! Mas os quartéis estão abarrotados de militares que resumem suas atividades diárias a limpezas de latrinas e pintura de meio-fio.
    O Brasil não produz armas e as maior parte da droga chega de fora. Então, os militares que hoje estão na guerra de confronto, com uma pitada de inteligência poderiam estar na guerra da estratégia.

    Também abomino essa ideia de que o simples extermínio dos traficantes resolve tudo, como se estivéssemos falando de uma grande faxina.
    Caso o Estado não se faça presente, as condições precárias de sobrevivência tratarão de produzir mais e mais marginais, que sem escolha alguma, cairão na vida do crime.

    Indico que assista ao documentário "Falcão, Meninos do Tráfico" de MV Bill e releia meu texto para que entenda o que quis dizer.

    É sempre bom debater este tema!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Então Alan, entendo seu ponto de vista, porém, meu objetivo foi exatamente fazer ao contrário do que você falou, não uma visão ampla e crítica e sim, objetiva e de reconhecimento, até porque esse lado amplo e crítico que citou foi o meu foco numa das postagens anteriores, quando falei sobre as Unidades de Polícia Pacificadora, bem como o foco do meu Blog. O objetivo das Forças de Segurança foi exatamente ocupar o território e desarticular o bunker do tráfico, e isso foi feito. Acho engraçado as pessoas falarem agora que o Cabral e Beltrame deveriam ter agido antes e incursionado no Complexo do Alemão logo em seguida da ocupação na Vila Cruzeiro, pois se isto tivesse sido feito, inúmeras pessoas inocentes e policiais teriam morrido e eu, por mais que que seja avesso a qualquer tipo de marginalidade, prefiro, sinceramente, 100 bandidos foragidos a um policial ou inocente morto. Até porque,no momento vemos 90% dos moradores das comunidades ocupadas apoioando as operações, o que com certeza não ocorreria se seus parentes tivessem sido mortos durante o confronto. Dou-lhe a certeza de que os traficantes nunca mais irão dominar essas localidades reconquistadas, ao menos enquanto o Secretário de Segurança, José Mariano Beltrame estiver no cargo, afinal não posso falar sobre um futuro outro Secretário sem conhecê-lo. Concordo com o que relatou em relação aos militares terem de ocupar e fiscalizar as fronteiras, afinal esse é o trabalho deles, que é executado de forma extremamente precária. Mas como falei anteriormente o meu objetivo foi valorizar o trabalho de cada agente, uma vez que quando erram, são massacrados pela mídia e pela população, então nada mais justo do que quando acertam , valorizá-los. Já o documentário citado,"Falcão, Meninos do Tráfico" de MV Bill, já vi e revi várias vezes e sei o que quer dizer, só não foi este meu foco nesse momento.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  17. Parabens pelo seu post. Uma verdadeira reportagem. Gostei muito!
    A atuação das forças armadas e polícia foi muito legal e bem executada. A única coisa que eu fiquei preocupado é com os traficantes que fugiram pelo esgoto...
    Passa lá no meu blog que eu falei sobre o mesmo assunto, mas de uma forma diferente.
    Um abraço e mais uma vez, Parabens!

    ResponderExcluir
  18. Muito bom artigo, nenhum detalhe foi poupado.
    Acredito que agora resta torcer para que a situação se estabilize e o policiamento seja mantido de modo que a bandidagem não encontre tanto espaço para crescer de novo. não penso que tenha sido solução milagrosa, mas acredito que os resultados foram bastante favoráveis. Entretanto a ação deve se manter, caso contrário voltaremos a estaca zero e, o que é pior, eles evoluirão suas táticas de modo a conter um novo confronto.
    Excelente publicação!

    ResponderExcluir
  19. Paz para o Rio de Janeiro! É tudo o que essa população tá precisando!

    ResponderExcluir
  20. Excelente post, gostei bastante.
    Agora e' procurar manter a segurança da populaçao, continuar diminuindo o indice de crimes e torcer pra que o 'Rio continue Lindo'.

    ResponderExcluir
  21. Bom, fico feliz com a operação, mas temos que ver que esses meliantes são um fruto da gritande desigualdade social e do preconceito.
    Uma pessoa que se vê cercada na miséria e se sente menos digna do que os outros que moram fora da favela, não vai querer ser outra coisa na vida do que "poderoso".
    Não que eu queira defendê-los, mas como assistente social,tenho que ver os dois lados da coisa. Fico feliz pelos moradores que poderão viver em paz, mas espero que agora o governo tanto do estado quanto federal, dê possibilidades a essas pessoas pra estarem tendo uma boa educação, um bom acesso a saúde e quem sabe, moradia decente.

    ResponderExcluir
  22. Olá, estou indicando você para receber um Selo de qualidade! Visite e pegue o seu selo !


    www.mascarasdaverdade.blogspot.com


    Abraços

    ResponderExcluir
  23. Obrigado Samir por visitar meu blog
    estou retribuindo o comentário e a visita!
    Abraços apareca sempre!

    ResponderExcluir
  24. Avisando:
    Postagem Nova no Blog: O QUE É ISTO?
    Confira!!
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  25. Há selo lá no meu blog para você.
    Dê uma passada lá para pegar.
    Abração do amigo "Calcanhar" aqui.

    ResponderExcluir
  26. Olá! Parabéns pelo seu Blog!
    Já estou lhe seguindo!
    Aproveitando também para divulgar os meus Sites...
    Siga-me também!
    Tem Sorteio de natal por lá!
    http://www.martas-bgfs.com (Templates personalizados para Blogs)
    http://www.brilhosgifs.com (Gifs para Orkut e enfeites para Blogs)
    Abraços,
    Marta.

    ResponderExcluir
  27. é infelizmente as coisas chegaram a esse ponto, ja estava na hora do estado do rj tomarem uma providencia, como se os habitantes do morro nao precisazem de segurança ne... tadinha das crianças pela primeira vz brincando tranquilas... omg

    ResponderExcluir
  28. Tem Selo para vc em meu blog!

    http://nascidaemversos.blogspot.com/2010/12/selos.html

    ;D

    ResponderExcluir
  29. Se as autoridades conseguiram vencer essa que era tida como a batalha mais complexa contra o tráfico. Só não acaba de uma vez com tudo isso porque não quer, ou por outros interesses...

    www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

    ResponderExcluir